Blog Soturno

Encontre aqui todas as informações sobre tudo que vem ocorrendo em relação à editora Círculo Soturnos, além de entrevistas, textos dos autores, artigos e matérias sobre nossos lançamentos e eventos.

Buscar

A criatura debaixo da cama

Poema divertido de Evandro Nunes


Acordei no meio da madrugada

O meu quarto ainda escuro e frio

Lá fora descia chuva e trovoada

Com os relâmpagos e enxurrada

Que me fazia sentir um calafrio!

Enquanto os relâmpagos clareavam

Meu quarto, com luz de curta duração

Eu sentia o meu lençol sendo puxado

Por alguém ao pé da cama abaixado

Mergulhado em completa escuridão.

.

Eu puxava o lençol para cima

Mas ele pouco a pouco descia

O medo aumentava e crescia

No quarto ficava tenso o clima.

Agora sem trovões, sem relâmpagos

A tempestade há muito fora embora

Apenas a pretidão enchendo o quarto

E esse silêncio que só nos apavora.

E o meu lençol ainda sendo puxado

Mas agora era puxado bem devagar

No escuro tento trazê-lo para cima

Quando solto, ele volta a deslizar.

Mesmo no escuro, na cama me sentei

Tomei coragem e saltei para o chão

Tateando, em algo peludo eu toquei

No chão, ao pé da cama, o meu amigo

Ali estava o meu gatinho de estimação

Que ronronava à procura de um abrigo!



26 visualizações
  • WhatsApp Soturnos
  • Twitter Soturnos
  • Youtube Soturnos
  • Instagram Soturnos
Logotipo Soturna Sintonia Preto.png