Capa Page Face_edited_edited.jpg

Blog Soturno

Encontre aqui todas as informações sobre tudo que vem ocorrendo em relação à editora Círculo Soturnos, além de entrevistas, textos dos autores, artigos e matérias sobre nossos lançamentos e eventos.

“Jane Eyre”, de Charlotte Bronte

Atualizado: 8 de Mar de 2020


"Jane Eyre", escrito e publicado em 1847 por Charlotte Brontë (1816 - 1855), é um romance que conta a história de Jane, órfã de pai e mãe, que vive infeliz em meio a parentes que a odeiam. Aos 11 anos, Jane é enviada para um colégio interno, onde conhece a amizade, a afeição e os seus primeiros momentos de júbilo, apesar do sofrimento que lá passa. Aos 16, torna-se professora lá, e aos 18, sai do colégio para trabalhar como tutora da jovem Adele, menina órfã de mãe, e protegida de Mr. Rochester, homem rico, misterioso e sombrio, perfeito arquétipo do herói byroniano. Jane, em pouco tempo, apaixona-se por seu patrão, e ele por ela, pedindo-a em casamento. No entanto, a vida em casa não é muito calma, pois comumente ouvem-se gritos, vozes estranhas e lamentos vindos de uma ala afastada da casa, e os criados aparentam conhecer algum tenebroso segredo. A partir daí, surgirão muitas surpresas, lágrimas e tragédias... mas também alegrias inesperadas.

Com várias citações de Shakespeare e da Bíblia, e influência nítida de Lord Byron, Charlotte Brontë escreveu um belíssimo romance romântico que não é "uma simples história de amor clichê", e sim uma história profunda, reflexiva e comovente, e com ideias feministas, ao retratar a emancipação da mulher, em oposição aos romances de Jane Austen (1775-1817), que de acordo com Charlotte Brontë, as mulheres eram um mero adorno social, obrigadas a se casar, para garantir a sua sobrevivência, embora hoje em dia há a interpretação contrária por parte de diversos estudiosos e leitores de Jane Austen.