Blog Soturno

Dama Tenebrosa

23/07/2019

O desejo que em suas negras veias percorre

Envenena seu espírito, e ela morre

Vítima das sombras frias de seu coração

Torturado pelas prensas da sua paixão.

E próxima ao seu próprio túmulo ela vaga...

Trajando o luto de seus sonhos amorosos

Ela rasteja sobre os caminhos lodosos

De uma terra morta e triste que nunca acaba.

 

É o destino, que no ápice de sua crueldade

Nega-lhe as amplas cores da felicidade,

E tomada por um novo gosto de vida

Desperta os sentidos para a terra proibida

De almas sombrias nascidas para a decadência;

Secando as flores de seu jardim perfumado

Para que ela viva em seu mundo desolado,

Deleitando-se nas ruínas de sua existência.

 

Beijando crânios de amantes que assassinou

Pela fúria que seu coração arruinou,

A dama negra atrai seus homens seduzidos

Pela alva beleza de seus seios erguidos,

E pela vulva e lábios de cores rosadas.

Porém, o que atrai mais do que sua palidez

É seu olhar profundo sob a morbidez

De ensanguentadas e tenebrosas risadas!

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Postagens Relacionadas:
Please reload

  • WhatsApp Soturnos
  • Twitter Soturnos
  • Youtube Soturnos
  • Instagram Soturnos
Logotipo Soturna Sintonia Preto.png