Blog Soturno

A poesia de Júlia Trevas

04/07/2019

 

O processo de criação de seu livro foi longo. A obra precisou ser analisada várias vezes, foram muitas as trocas de opniões entre editor e autora, até que chegássemos a um acordo final. E o resultado foi um livro maravilhoso, com o que a editora Círculo Soturnos dá mais importância, que é e sempre será um trabalho sério e de excelência.


O livro já está disponível em nossa loja. E até o dia do lançamento tem um desconto especial!

Com data marcada no programa Hora Soturna, a obra terá um programa especial de lançamento no dia 14 de Julho, às 18h, na Soturna Sintonia Webradio. Para ouvir, é só acessar o site www.soturnasintonia.com, ou baixar o aplicativo gratuito "Soturna Sintonia" na Play Store.

 

Uma curiosidade interessante sobre a autora, é que ela já conhecia nossa editora em 2016, quando estávamos para lançar o primeiro volume de nossa antologia de poesia, a Soturnos, que mais tarde veio a se tornar nossa obra anual de poesia maldita para autores contemporâneos. Júlia Trevas recebeu o convite para participar da antologia, mas recusou porque, na época, estava muito desiludida com o mercado editorial. Então, mais tarde, através de nosso autor Renan Caíque, ela conheceu a obra O MAL DO SÉCULO, que lançamos em 2018. Foi o suficiente para que seu sonho em publicar seu livro de forma sólida e confiável finalmente fosse possível. E hoje nós temos em nosso catálogo esse livro lindo de poesia sombria.

 

Nascida em 1996 na cidade de Campina Grande na Paraíba. Cursa Letras/Inglês na UEPB e teve como sua primeira publicação oficial o poema Eu não sou Edgar Allan Poe, pela editora Vivara no prêmio Sarau Brasil - concurso nacional Novos Poetas 2017.
Nos anos seguintes participou na antologia poética Palavra é Arte, pela editora Palavra é Arte e na Sedentos por sangue, com o conto O segredo do Obelisco, uma antologia de contos vampirescos da editora Coerência. Começou a escrever pequenos textos que foram se transformando ao longo do tempo desde os 12 anos, e entre suas maiores influências na escrita do terror encontram-se Lovecraft e Edgar Allan Poe. 
Apaixonada pelo Romantismo, criaturas mitológicas, folclores, lendas e antiguidades, sua escrita reflete por vezes a melancolia e reflexões existenciais.

 

Não é fácil resumir esse livro com simples palavras. Então vamos conferir a sinopse da obra, que pode nos dizer muito em poucas palavras:

 

"Um livro de poesia enigmática, que surge cintilando na escuridão. Os versos desta obra são canções que nos levam aos sonhos de uma dança sob o luar. Não há cor - apenas o sangue de um coração no altar de sacrifícios que, com suplícios, evapora e se eleva ao céu noturno, pairando como bruma na escuridão; um coração ainda pulsando pela magia da arte poética, e enquanto pulsa, alimenta a vida de uma poetiza que segue seu caminho pela noite, brilhando."

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Postagens Relacionadas:
Please reload

  • WhatsApp Soturnos
  • Twitter Soturnos
  • Youtube Soturnos
  • Instagram Soturnos
Logotipo Soturna Sintonia Preto.png